Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2020

O Martelo contra as bruxas

Imagem
Publicado em 1486, o livro Malleus Malleficarum, escrito pelos inquisidores alemães James Sprenger e Heinrich Kramer, era um manual sinistro de como localizar, identificar e punir bruxas ou qualquer outro ser humano que, segundo os dogmas católicos, era um adorador do demônio e/ou herege.

O livro — que foi traduzido para o português como “Martelo das Feiticeiras” ou “Martelo das Bruxas” — também trazia em suas páginas explicações sobre os efeitos de feitiços e os motivos pelos quais, desde Eva, a mulher era considerada uma ameaça constante às almas puras.

Mais do que um livro que dava um certo apoio teórico à Santa Inquisição, o Malleus é um marco na transição entre a Idade Média e a Modernidade, em uma Europa marcada por guerras, peste, fome, fogueiras e, porque não, temor.

Mas vamos falar um pouco sobre as bruxas, normalmente culpadas por todos os males que assolavam a Europa.


Igreja versus Mitos antigos = paganismoJá na Antiguidade havia o mito romano de Diana, deusa dos bosques e das …

A MPB e a História do Brasil no século XX

Imagem
É muito difícil falar de um tema tão vasto e tão importante, como foi a MPB (Música Popular Brasileira) para o Brasil no século XX. Os dois andaram lado a lado nestes cem anos. A música brasileira ora moldou, ora exibiu – e, porque não, tentou explicar – o brasileiro. Deu voz a minorias, ao povão, tratou de temas polêmicos, às vezes foi perseguida, mas jamais silenciada.

Centenas de artistas foram alçados ao patamar de gênios, poetas, até mesmo “imortais”. A música é, talvez, a maior expressão da alma humana e muitos artistas nacionais desta época provaram isso, mesmo que de forma inconsciente.

Peço antecipadas desculpas pelo texto vago e todas as omissões. Como já disse, é difícil lidar com este tema sem ser extremamente extenso (o que transformaria esta humilde revista em um livro) ou muito vago. Omissões algumas vezes foram propositais, em outros casos, é só culpa da cultura musical deste que voz escreve. Mesmo assim, espero que vocês curtam o “show”. ;)



Para ler a revista, basta cli…

Trafalgar e a incrível vitória de Nelson

Imagem
Europa, início do século XIX. Após passar por um grande processo revolucionário, a França se vê acuada por forças reacionárias. Para livrar o país desta ameaça, um general baixinho, porém invocado toma as rédeas do exército francês. Venceu batalhas importantes e foi além, tomando o poder e iniciando uma grande expansão militar pelo continente.

Até 1805 ninguém conseguiu parar as tropas do (então) imperador Napoleão Bonaparte. Até que no dia 21 de outubro, 33 navios da frota napoleônica — 18 franceses e 15 espanhóis — encontraram 27 navios britânicos na região do cabo Trafalgar, a uns 30Km do Estreito de Gibraltar, no litoral da Espanha.

Ali a estratégia de batalha do comandante inglês Horatio Nelson frustraria definitivamente os planos de Napoleão para invadir a Inglaterra.

O maior comandante inglês Horatio Nelson nasceu em Norfolk no ano de 1758. De família relativamente abastada, ingressou na marinha britânica em 1771 como timoneiro do navio HMS Raisonnable.

Após servir em outros navios,…