Mensagens

Escola de Sagres: Lenda ou Realidade?

Imagem
Quando falamos dos grandes descobrimentos marítimos europeus do início da Idade Moderna, alguém sempre cita a Escola de Sagres, instituição que teria sido fundada pelo infante d. Henrique ainda no século XV e que foi a principal responsável pelo sucesso português nas navegações e descobrimentos da época.

Mas a escola realmente existiu?



Lenda ou Realidade? Em 1443 o infante d. Henrique pediu a seu irmão, d. Pedro — que era o regente português na época (e por favor não confundam com o d. Pedro que foi imperador do Brasil alguns séculos depois) — a permissão para fundar uma vila na região de Sagres.

Na época Sagres era uma área inóspita, pouco povoada, mas sua localização geográfica era (e ainda é) perfeita para a instalação de um porto, pois fica bem ao sul de Portugal e de cara para o Atlântico.

D. Henrique realmente fundou a vila, mas não existe qualquer menção a uma “escola náutica” no local.

O que existe é a intenção do infante, explícita em uma carta de 1460, em fazer com que a vila seja…

A Guerra Civil Espanhola

Imagem
Quadro "Guernica", do genial Pablo Picasso
Um dos conflitos mais sangrentos do século XX contou com parte dos ingredientes da Segunda Guerra Mundial e também serviu de treinamento para as forças armadas da Alemanha e da Itália. A Guerra Civil Espanhola deixou mais de 500 mil mortos e uma ditadura no poder que durou de 1939 a 1975.

Mas antes de falar do conflito em si, vamos tentar entender como a Espanha chegou a este ponto? Vamos lá.

Espanha: país rico no passado, mas o ouro escorreu pelos dedosPioneira das grandes navegações iniciadas nos séculos XV e XVI, a Espanha manteve por muito tempo diversas colônias, principalmente na América e na África. Mas com o passar dos anos estas colônias, principalmente as americanas, foram lutando cada uma pela sua independência e a Espanha foi perdendo espaço enquanto Metrópole, além de não conseguir manter tanta influência econômica nestes países que nasceram a partir de suas colônias.

Culpa, em grande parte, da Inglaterra, dos EUA e até mes…

E se a África não sofresse a partilha?

Imagem
Desde o século XV, quando os europeus iniciaram sua expansão marítima para a América, Ásia e África, até meados do século XX que estes três continentes sofreram a ingerência do homem branco.

Alguns locais mais, outros menos, mas o fato é que os interesses comerciais europeus influenciaram o mundo todo durante um bom tempo. E o continente africano talvez tenha sofrido as piores consequências deste domínio.

De todos os processos imperialistas sofridos pela África, nenhum fez o continente sangrar tanto quanto o que nós historicamente denominamos de partilha. Mas antes de entender o que exatamente foi esta partilha, vamos ver como os países europeus enxergavam a África.

Para os europeus, a África era apenas fonte de mão-de-obra barata e mercado consumidor formado por sub-humanos:Os europeus nunca esconderam que a África serviria apenas como área de exploração. O discurso real pode estar escondido atrás de uma cruz que batizava os infiéis ou de uma imposição ao fim do tráfico de escravos feit…

A rica e desconhecida América Pré-Colombiana

Imagem
No continente americano vários povos cresceram à sombra das três grandes civilizações pré-colombianas.

Estes três grandes povos – Incas, Maias e Astecas – chamaram a atenção dos europeus pela organização social, as grandes construções e a quantidade de metais preciosos ostentados principalmente pelas camadas mais altas destas sociedades.

Mesmo assim, outros povos menos conhecidos também rivalizavam com os mais “famosos”. O problema é que as doenças trazidas pelos europeus, além da violência dos soldados, dizimou grande parte desta cultura. Até hoje, com o advento da internet, é difícil reunir informações confiáveis sobre estes povos, mesmo os que ainda tem descendentes diretos.

Nesta revista, vocês encontrarão um apanhado geral de informações sobre os Manteñas, os Chachapoyas, os Chimus e os Chavin, quatro povos que tem a ver, direta ou indiretamente, com os Incas, a maior civilização pré-colombiana da América do Sul.



Para ler a revista, basta clicar na imagem abaixo, acessar o arquivo e …

Os Etruscos

Imagem
A Península Itálica é o berço da civilização romana, mas antes dos romanos dominarem a região, a Península também abrigou os etruscos, um povo que, quando descoberto pelos gregos no século VIII a.C., impressionou pelo relativo desenvolvimento.

Os gregos consideravam os habitantes da Península uns bárbaros, desprovidos de cultura, educação e desenvolvimento, por isso o espanto quando entraram em contato com o povo etrusco.

Estima-se que entre os anos 1200 a.C. e 1000 a.C. este povo já estava estabelecido em diversas vilas no local onde hoje é a região da Toscana.

Com o contato com os gregos a partir do século VIII, estas diversas vilas tiveram uma evolução mais acentuada, até chegarem ao nível de ter uma organização semelhante às das cidades-estado gregas.

Nesta época os etruscos fundaram as cidades de Arezzo, Cortona, Perugia, Chiusi, Volterra, Tarquinia, Fiesole, entre outras, e expandiram cada vez mais seu território.

Com o tempo o povo etrusco começou a rivalizar diretamente com gregos,…

Alexandre e seu legado

Imagem
Um dos maiores generais da História comandou seu primeiro exército aos 16 anos. Enquanto o pai, Filipe II, estava ausente em uma expedição militar para tomar a cidade de Bizâncio, na Turquia, o filho liderou uma luta contra os búlgaros, ao norte do reino da Macedônia, e venceu com relativa facilidade.

Deste evento em diante, o mundo antigo conheceria Alexandre, o Grande.

Macedônios versus Gregos Alexandre, nascido na cidade de Pela, na Macedônia, em 20 de julho de 356 a.C.,era o primeiro filho do rei Filipe II e de Olímpia, uma nobre muito devotada aos deuses. Portanto, ele herdaria naturalmente não só a Macedônia, como também os territórios gregos conquistados pelo pai, que iniciou a expansão do reino, mesmo que de forma tímida, quando Alexandre ainda era bem novo.

Durante a infância Alexandre teve como instrutor o filósofo Aristóteles (a figura ao lado retrata Aristóteles, à esquerda e Alexandre).

Dele, Alexandre certamente absorveu parte da inteligência lógica usada mais tarde nos…

O que foi a Peste Negra?

Imagem
Em tempo de pandemia de coronavírus (COVID-19), vamos falar sobre uma pandemia que desafiou a Europa no século XIV. A Peste Negra, também conhecida como Peste Bubônica, matou praticamente um terço da população e ajudou a reconfigurar o continente europeu, contribuindo para revoltas camponesas e até mesmo a Guerra dos Cem Anos.

Origens e propagaçãoAcredita-se que a Peste Negra teve sua origem na Ásia, provavelmente na China e chegou à Europa via caravanas de comércio marítimas, através de rotas do Mar Mediterrâneo que aportavam nas cidades costeiras, como Veneza e Gênova.

Outra versão aponta que a doença, após matar cerca de 24 milhões de pessoas na Ásia Central (em regiões da China, Mongólia, Síria, Mesopotâmia e até mesmo o Egito), entrou em contato com os europeus pela primeira vez em um conflito ocorrido em Caffa, que era uma colônia genovesa na região da Crimeia. A cidade foi sitiada pelos tártaros, que em um certo momento - após sofrerem baixas das tropas por causa da Peste - passa…