Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2021

A Cruzada do Excomungado

Imagem
Frederico II de Hohenstaufen era o imperador do Sacro Império Romano-Germânico e herdeiro do trono de Jerusalém, pois era casado com a primeira filha de João de Brienne, Isabel II. João de Brienne ocupou o trono de Jerusalém entre 1210 e 1225. Em 1227, Frederico resolveu reclamar o trono e seus direitos sobre a ilha de Chipre e os territórios de Jerusalém e Acre, área do Reino de Jerusalém. Para isto ele convocou uma Cruzada , a sexta desde que o movimento começou na Europa. Esta cruzada deveria partir no mesmo ano para a região, retomando áreas ocupadas, quando necessário, ou somente instituindo seu reinado. Conhecedor da importância religiosa da Cruzada e feliz por manter um representante em uma região sagrada para o catolicismo, o papa Gregório IX , recém-chegado ao pontificado e engajado em organizar a Santa Inquisição , viu-se satisfeito com a determinação de Frederico. Mas o papa não contava com um probleminha : Frederico era favorável ao diálogo, além de ter um profundo res

A Trilha das Lágrimas

Imagem
A partir de 1831, cerca de 80 mil nativos norte-americanos tiveram que deixar suas terras ao leste e sudeste dos EUA e migrar para uma região onde hoje fica o estado de Oklahoma, um pouco mais ao oeste. Lá, foi criada uma grande área que serviria como um território indígena unificado. Só que esta migração não foi nada fácil, nem pode ser considerada um ato de caridade do governo dos EUA para com os nativos do país. As cinco tribos “civilizadas” no caminho dos brancos Seminole, Choctaw, Creek, Cherokee e Chickasaw. Estes eram os cinco povos considerados “ civilizados ” pelos governantes dos EUA no século XIX. Cinco nações nativas   que viviam há séculos nas terras do leste e do sudeste da América do Norte. Para estas pessoas, deixar suas terras e rumar para uma região desconhecida, distante mais de 1.500 Km de suas casas foi uma verdadeira “Trilha de Lágrimas” , porque foi uma imposição do governo dos EUA, que sequer ajudou no transporte. Muitos nativos morreram durante a viagem.

Os Vikings bizantinos

Imagem
Você, querido(a) leitor(a), já assistiu a série “Vikings”? Se ainda não assistiu, deveria. Independente disso, se prepara porque tem uma história legal neste texto, falando sobre os vikings que migraram em direção à Europa oriental e até mesmo para a Ásia… Vikings defendendo Constantinopla - O nascimento da Guarda Varegue Lá pelos séculos X e XI uma parte do povo viking que vivia na região de Uppland  -  que hoje faz parte da Suécia  - migraram para o nordeste, na região de Novgorod e Rostov. A partir dali, os vikings liderados pelo rei Rurik   - que veio a ser o fundador da dinastia dos czares  - iniciaram um novo movimento de migração para o sul, conquistando a região de Kiev, onde hoje é a Ucrânia, fundando o reino de Rus’. E se você já conseguiu ligar o nome “Rus” à “Rússia”, parabéns, é isso mesmo. Excelentes navegadores, passaram a controlar as rotas dos rios Volga e Dnieper, comercializando tanto com os califados árabes quanto com os gregos bizantinos, além de parte da Europa